CTGAS-ER e Chint Eletrics Co. se reúnem e tratam de plano de ação

Dirigentes do Centro de Tecnologias do Gás e Energias Renováveis-CTGAS-ER se reuniram com executivos da Companhia Chint Eletrics Co, empresa chinesa que vai implantar uma fábrica de placas fotovoltaicas no município de Extremoz. Durante o encontro, foi delineado um plano de ação, para atender aos interesses das partes, com o CTGAS oferecendo, inicialmente, a capacitação de pessoal para atuar na implantação e operação da unidade. Também foi colocado pela Chint, à disposição do CTGAS-ER, a estrutura de diversas universidades, na China e em outros países, que mantêm convênios com o grupo oriental, viabilizando ações de intercâmbio para docentes e pesquisadores.

O encontro de trabalho aconteceu na tarde da última quinta-feira (15) e foi coordenado pelo vice-presidente da CNI e presidente do Conselho Superior do CTGAS-ER, Flávio Azevedo, com a participação da diretora Executiva Cândida Amália Aragão e de especialistas do Centro. O executivo e diretor Jackie Xiang representou a Chint Eletrics Co., assessorado pelo executivo Alcides Sotério, representante da empresa no Brasil.

Gradativamente, o CTGAS-ER e a Chint Co. fazem o alinhamento entre as demandas da empresa e montam estratégias para o atendimento. Além da formação de mão de obra especializada, o CTGAS-ER também poderá ofertar serviços laboratoriais relacionados à certificação de produtos da empresa através de um laboratório de ensaios para a área de energia solar, que se encontra em implantação.

Flávio Azevedo apresentou as competências do CTGAS-ER e procurou se inteirar das necessidades da empresa, visando preparar o Centro para o atendimento. Ele destacou a expertise do SENAI, aqui no Estado e no Brasil e falou sobre o Comitê Técnico Setorial, que busca, junto ao setor produtivo, o conhecimento das necessidades de mão de obra e dos perfis profissionais, visando a montagem de cursos e treinamentos específicos para atender à demanda do mercado. Azevedo disse ainda que a estrutura nacional do SENAI mobiliza técnicos e tecnologias itinerantes, deslocando o atendimento para onde for necessário, de forma a atender à indústria em qualquer parte do país.

A empresa vai implantar no Estado uma fábrica de placas fotovoltaicas, numa área de 25 hectares, no município de Extremoz, já anunciada pelo Governo do Estado, que na primeira fase terá um investimento de R$ 112 milhões e vai ofertar 1.300 empregos diretos e indiretos.

A Chint é a segunda maior produtora de painéis fotovoltaicos do mundo. Ela possui instalações na Índia, Alemanha e Estados Unidos, na própria China, e agora vai atuar na América do Sul e América Central, com produção no Rio Grande do Norte.

Com informações da assessoria de comunicação do CTGAS-ER

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *