Prefeitos e bancada federal do RN pedirão socorro financeiro ao Governo Temer

Cerca de 135 prefeitos se uniram nesta segunda-feira (23) para uma reunião com a bancada federal do Rio Grande do Norte. O encontro denominado “Municípios do RN Pedem Socorro” teve como objetivo unir os prefeitos aos parlamentares para pedir ao Governo Federal um socorro financeiro de R$ 5 bilhões a ser distribuído nos municípios.

A Federação dos Municípios do RN (Femurn), que convocou a reunião realizada no auditório da FIERN, redigiu uma carta que foi assinada por deputados, senadores e prefeitos do RN. A carta será entregue ao presidente Michel Temer e contém uma série de argumentos que justificam o pedido de ajuda financeira.

O prefeito de Extremoz, Joaz Oliveira, se somou aos prefeitos do RN e reforçou o pedido que será enviado ao presidente da República. “Nunca houve um momento tão difícil para os municípios, mas com a união dos prefeitos, com a palavras que ouvimos aqui dos deputados e senadores, levaremos a reivindicação do município de Extremoz e dos demais municípios para que tenhamos recursos suficientes para atender aos anseios do nosso povo que tanto merece”, disse o prefeito.

O presidente da Femurn, Benes Lecádio, falou sobre a urgência do aporte financeiro para os municípios, sob o risco das prefeituras entrarem em colapso financeiro. “É agora ou nunca. Socorro hoje, não podemos esperar mais morrendo de pires na mão, pedindo soluções paliativas. Temos que ter uma reforma tributária e um pacto federativo”, asseverou.

A audiência com o presidente Michel Temer será marcada em data a ser definida. Vários parlamentares reforçaram a necessidade da ajuda financeira e levantaram um clamor por um novo pacto federativo, ou seja, uma melhor redistribuição do bolo tributário para os municípios, que ficam com a menor parte de tudo o que é arrecadado de impostos no país.

Fotos: Canindé Santos

Os comentários estão encerrados.