PREFEITO JOAZ PARTICIPOU DE AUDIÊNCIA PÚBLICA QUE DEBATEU MELHORIAS PARA A REDINHA NOVA

O Prefeito Joaz Oliveira, vereadores, lideranças comunitárias e moradores da Praia da Redinha Nova participaram na tarde desta terça-feira, 05, de uma audiência pública, na Assembleia Legislativa do RN.

O propositor da audiência que teve o tema “melhorias básicas e necessárias para a praia da Redinha Nova” foi o deputado estadual Ubaldo Fernandes (PL).
Assuntos como saneamento básico, drenagem, iluminação e limpeza púbica foram abordados na ocasião.

“Esse debate foi pensado para nosso entendimento sobre a real situação da Redinha Nova e para que possamos encaminhar algo que possa trazer retorno à população, benfeitorias à comunidade, disse o deputado Ubaldo.

A representante do Idema, Isalúcia Barros Cavalcante Maia, foi a primeira a falar e esclareceu que não tem uma resposta pronta sobre a questão do saneamento básico. “Foi feita toda a parte de tubulação na Redinha Nova, faltou apenas concluir a parte de tratamento. O licenciamento ambiental tem etapas, que é necessário para qualquer obra. Eu não sei se ele chegou a ser concedido para essa obra específica, mas a Caern pode falar melhor sobre o assunto”, falou.

Por sua vez, o representante da Caern, Fábio Nielinton Siqueira, explicou que a parte da obra que está parada é a da rede coletora de esgotos. “A Caern trabalha com distribuição de água e coleta de esgotos em Redinha Nova. Começamos a obra no sistema de coleta de esgotos e, em 2014, tivemos um problema com relação à parte ambiental. Obtivemos a licença de instalação, conseguimos fazer a renovação, mas, no curso da obra, houve necessidade de renovar o prazo, onde não obtivemos êxito. Temos travado uma disputa técnica com o Idema, tentando resolver isso. Nós estamos com 82% já construído, só falta a licença ambiental ser liberada para concluir o resto”, falou. O participante sugeriu que fosse realizada uma reunião técnica com o Idema para que haja diretrizes sobre o problema.

Ediene Alves do Nascimento, representante a paróquia da comunidade, Adilene Brandão Miranda, representante dos empresários, Anderson Barbosa reapresentante dos professores e Fábio Vicente, presidente da Câmara dos Vereadores, usaram a Tribuna para relatarem alguns problemas enfrentados pelos moradores da Redinha Nova.  Além dessas pessoas, vários vereadores de Extremoz e moradores falaram durante a audiência.

O prefeito de Extremoz, Joaz Oliveira Mendes da Silva, esclareceu algumas das questões. A primeira coisa mencionada por ele foi a iluminação pública. “Fizemos uma aquisição de lâmpadas de led, que não havia no nosso estoque. Fizemos um trabalho de trocar a lâmpada amarela por uma de melhor luminosidade. Inclusive, na Avenida Litorânea serão colocadas lâmpadas de led. Já foi feito o pedido e acreditamos que em alguns dias já estaremos com esse material”.

Sobre a limpeza pública, o gestor enfatizou a responsabilidade partilhada entre poder público e sociedade. Segundo ele, é muito difícil tratar da consciência sobre a limpeza pública. “Uns colocam o lixo no dia certo, outros colocam quando não deve. A comunidade deverá dizer a melhor forma de resolvermos essas demandas. O que não pode é fazermos mutirão de limpeza e no outro dia ter lixo lá de novo”, falou.

Sobre outros aspectos, ele explicou que há uma necessidade de um gabinete de gestão integrada. “Temos uma peculiaridade com relação a Redinha Nova. A avenida principal é de competência do DER, o saneamento é de competência da Caern. Tem demandas que mesmo que o município queira resolver, esbarra no conflito de competência. Então, quando a gente assume demandas e competências que não são do município, naturalmente falta para outras demandas. Tudo isso faz com que a gente tenha limitações na capacidade de investir”, disse.

“O maior avanço dessa audiência é a abertura que se deu para que a gente leve as demandas do nosso município a nível de governo do Estado e Assembleia Legislativa, afinal, estamos tratando de assuntos que extrapolam o orçamento do município, como saneamento básico, por exemplo”, completou o prefeito Joaz Oliveira.

Com informações da Assecom

COMPARTILHAR